Qual óleo eu uso?

Engraçado que eu estava conversando sobre esse assunto ontem com uma amiga. Sobre que óleo é mais aconselhável usar e qual é o mais saudável.

Já sabia que tinha lido isso em algum lugar, mas fiquei com aquele tema na cabeça e achei a revista que explica tudinho bem direitinho de cada óleo e suas “riquezas”.

  • Os óleos

Canola

Este é o óleo que o organismo humano tem mais facilidade em decompor e aproveitar seus elementos químicas em seu benefício. Entre as maiores vantagens está a proteção a todo o sistema cardiovascular com a diminuição drástica do colesterol ruim.
Entre todos, é o mais indicado para as frituras por ter baixa acidez e produzir bem menos cheiro. Aguenta altas temperaturas sem queimar nem sofrer alterações, além de ser menos absorvido pelos alimentos.

Linhaça

Com altíssimo teor de ômega-3 chegando a apresentar 70% deste composto, é ótimo para o coração. Ainda não é muito popular no Brasil. Além do que, seu sabor é muito forte.

Oliva

É aquele famoso azeite de oliva, sabe, que a gente usa com frequência? É amigo da saúde cardiovascular auxiliando na redução de colesterol, já que o organismo não tem dificuldade em decompor elementos desse tipo. Os compostos naturais da azeitona – matéria-prima deste óleo – combatem o envelhecimento precoce e previnem contra o câncer. Outro benefício é a sensação de saciedade que ele proporciona. Não exagerem na dose heim?!

Ele deve ser consumido frio, jamais aquecido.

Girassol

Tem vitamina E na sua composição. Ajuda no combate ao envelhecimento de células e tecidos e contribui com o sistema imunológico. Outro componente importante é o ômega-6.

No caso do óleo bruto não é aconselhável o seu aquecimento. Já o refinado pode apresentar um desempenho satisfatório. Mas, em ambos os casos há perdas de propriedades.

Gergilim

Por ser insaturado, faz bem ao coração.

Soja

Oferece tanto o ômega-3 como o ômega-6, essenciais ao nosso organismo. Atua sobre o sistema nervoso, imunológico como um importante anti-inflamatório e é protetor do coração. Por ser refinado não apresenta tanto problema para as frituras, porém, a presença do ômega-3 faz com que rancifique e sature com mais facilidade. Ao saturar, o óleo, passa a fazer mal para a saúde, pois o organismo passa a ter cada vez mais dificuldade em decompô-lo.

Amendoim

É um dos mais indicados quando o alimento exige aquecimento do óleo. Rico em ácidos graxos monoinsaturados, tal qual o óleo de oliva, sendo bastante benéfico para o coração.

Milho

Presença de vitamina A que, além de fortalecer as defesas do corpo, é importante para a visão. Como o óleo de girassol, também é rico em ômega-6 e vitamina E, importantes para o funcionamento saudável do organismo.

  • E, se a fritura insistir em aparecer na sua vida?

Os mais indicados são os refinados.  O óleo de coco, é uma boa opção, pois quando submetidos a altas temperaturas não perdem suas características nutricionais, afirma o consultor de restaurantes Guga Rocha.

Outros bons também, são os de soja e o de canola, bastante comuns no Brasil.

Fonte: revista Vegetarianos, número 48, outubro 2010.

1 comentário Adicione o seu

  1. Sisi disse:

    O de Canola também é muito indicado para as primeiras papinhas do seu filho. Mas sempre um fiozinho.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s